SABI na Casa Velha

IMG_0727

“Quando vivemos uma vida rotineira, agitada pelos horários e comandada pelas responsabilidades, por vezes, esquecemo-nos de “alimentar” o verdadeiro significado da palavra “viver”!…
Com o projecto SABI, tenho sentido muitas emoções adormecidas, aprendido a aceitar e disposta a conhecer, quem realmente sou!…

O primeiro campo de trabalho SABI – formação, do grupo de 2013-2014, foi na Casa Velha – Ecologia e Espiritualidade, em Vale Travesso – Ourém, de 14 a 16 de Fevereiro. Para muitos de nós, o conceito de campo de trabalho já estava enraizado, mas para os outros, ainda foi preciso plantar a semente do conhecimento.

Os campos de trabalhos são caracterizados pela deslocação dos voluntários ao local onde são chamados a servir e conseguem receber uma resposta directa à sua dedicação, através do convívio com as pessoas.

Este fim-de-semana foi caracterizado por um serviço sem rosto e uma resposta directa, o que se revelou, inicialmente, uma missão pouco clara e pouco percetível!

O nosso serviço, enquanto voluntários, foi podar uns jovens pinheiros, de forma a ajudá-los a sobreviver. Desde a enxada, a tesoura e o serrote de poda, até às roçadeiras, entre risos e cantorias, 30 pessoas mudaram todo o aspecto daqueles pinheiros e do terreno.

Enquanto pessoa individual – EU, nada melhor do que estar perto da natureza para nos podermos dedicar a reflectir naquilo que realmente somos, que dom temos, quem nos rodeia, que importância Deus tem na nossa vida e que caminho queremos construir, enquanto grupo SABI.

Se pensarmos no serviço nos pinheiros – TU, talvez não entendamos de imediato o porquê desta missão, mas se pensarmos em termos da natureza, ar e água, começamos a perceber que este fim-de-semana, pode ter feito a diferença, para todos nós, ao longo de anos.

Enquanto grupo – NÓS, foi importante para nos conhecermos e entendermos que, juntos, temos uma força maior, que nos pode levar muito longe, aplicando-se esta aprendizagem também ao longo da vida.

E Deus? Onde posso encontrar e reconhecer Deus neste fim-de-semana? Eu afirmaria dentro do nosso grupo. Nas palavras, nos gestos, nas tarefas, nos desafios entre muitos outros pequenos grandes pormenores, que só foram possíveis, devido à força que juntos, criámos.

Para além de ser um projecto que serve o outro, “ajudar alguém, sem olhar a quem”, é um encontro com o verdadeiro EU, que muitas vezes fica adormecido e esquecido, por detrás de uma sociedade tecnologicamente evoluída. E eu quero saber viver numa sociedade tecnologicamente evoluída, porque o meu emprego baseia-se nisso, juntamente com um espírito humanamente evoluído!”

Equipa do Projeto SABI

(Voluntariado Missionário para Jovens)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s