Primeiro Encontro de Voluntários na Casa Velha

Foi no domingo, dia 21 de Janeiro, que os nossos voluntários se juntaram na Casa Velha: alguns já muito habitués e outros acabados de chegar. Uma coisa é certa: todos se sentiram, e já são de facto, da Casa.
O ponto de partida foi uma missa na capela do Bom Pastor (que há poucos anos era uma simples garagem) presidida pelo p. Valentim Gonçalves. Fez-nos aterrar e libertar o coração para acolher o dia (em) cheio que tivemos pela frente.
Sentámo-nos todos para juntos para conhecer um bocadinho da história e do contexto da Casa Velha e logo nos reunimos em pequenos grupos para levantar necessidades concretas e também pensar em soluções pequenas, práticas e possíveis. Isto, porque como o Papa Francisco diz “a realidade vale mais do que as ideias”. E na Casa Velha é assim que germina a criatividade.
Agradecemos a todos os voluntários que participam e participaram ao longo destes mais de 7 anos de Obra e, em especial, a disponibilidade do padre Valentim, a presença de duas das quatro irmãs Alvim: a Francisca e a Margarida; e ainda a Luísa Franco, que é da direcção da Associação Casa Velha, poder estar presente.

IMG_1539

A Missão é grande e sobretudo queremos fazer Bem, verdadeiramente enraízados e com sentido de Corpo. Por isso mesmo, não hesitem em entrar em contacto connosco:

– Coordenadores Gerais dos Voluntários Casa Velha
Rita Alves, Bruno Oliveira e Tiago Costa
voluntarios.casavelha@gmail.com

– Coordenação da Bolsa de Projectos
Responsável: Miguel Lopes Dias
– Coordenação de Assuntos Burocráticos
Responsável: João Afonso
– Coordenação dos Campos de Férias Casa Velha
Responsável: Sara Oliveira Bastos
– Coordenação da Comunicação
Responsável: Madalena Meneses
– Coordenação dos Produtos Casa Velha
Responsável: Teresa Cancela de Abreu

IMG_1601

Ajuda-me Senhor, a ser para todos (…)
Ajuda-me a ser uma pessoa solidária, a quem se pode recorrer quando se deseja, que oferece a amizade que descansa, que enriquece em Ti e por Ti, que irradia uma paz alegre, a Tua paz, Senhor. (…)
E, assim, sem fazer obras extraordinárias, sem vanglória, possa ajudar os outros a sentirem-se mais perto, porque a minha alma Te acolhe em cada instante.
                                         In, Oração da Disponibilidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s