Lá me Verão!

Boletim Especial Casa Velha para partilhar o que já vemos e desafiar a apontar o que Verão!

20190724_091419

No fim-de-semana de 19 e 20 de Julho alguns de nós juntaram-se para parar e tomar o pulso ao que vai marcando a Casa Velha e o que precisa de maior cuidado e discernimento. Num exercício de memória comunitária enraizada em momentos de oração e partilha, fomos construindo uma linha de tempo desde Dezembro de 2018 com uma legenda de cores. Impressionante! Pois é, a Vida marcou a Casa Velha nos últimos tempos, com um arranque de Verão em cheio, por cá e também a visitar a nossa Casa Comum. A expressão de Jesus aos discípulos depois da Páscoa “Lá me Verão” fica a ecoar. Decidimos por isso que valia a pena partilhar esta História, numa espécie de Boletim Especial Casa Velha, bom para levar para este tempo de férias.

Despedimo-nos de Maio com a Exposição de Fotografia  “Casa Velha” de Madalena Meneses, inaugurada dia 30. Foi em Lisboa (Livraria Ler Devagar). Nessa mesma noite realizámos a nossa Assembleia Geral.

20190530_191803.jpg

Em Junho começaram dois novos projectos: o EDxperimentar: Laboratórios de Cidadania Global & Desenvolvimento em meio escolar (em parceria com a FGS) e o Casa Velha – Casa Comum (diagnóstico e delineamento de plano de ação da Casa Velha para os próximos 5 anos) financiado pelo programa Cidadãos Ativos da Fundação Calouste Gulbenkian (EEA Grants). Serão consultores deste projecto o Nuno Oom (Atravessado do primeiro grupo 2011/2012) e Ricardo Zózimo, que entretanto foi desafiado para uma grande missão. No contexto do projecto Juntos pela Mudança II visitámos a Fonte da Prata para acompanhar o Almerindo na tarde de horta semanal, que vai lavrando terreno nas crianças e no futuro projecto das Irmãs Escravas do Sagrado Coração de jesus naquele lugar. A sua história vai integrar um novo  estudo e documentário (a realizar pela Patrícia Pedrosa), onde estão a ser reunidas diferentes testemunhos de resiliência e acção pela ecologia integral.

Já em Julho, a Casa Velha também recebeu uma delegação da Fonte – a Liga Top, para três dias de convívio a celebrar os bons resultados do ano lectivo. Ainda em Junho, recebemos o dia de equipa da FEC, que já se repete há quase 10 anos e que revela a relação profunda Casa Velha – FEC. Passaram também uma tarde connosco as três voluntárias do Juntos pela Mudança II que em Agosto irão representar a FEC/ Casa Velha  no acampamento Laudato Si pela mudança organizado pela CAFOD/ CIDSE em Inglaterra.

 

Celebrámos a 7 de Junho os anos da Margarida (com direito a uma incursão de St Leonard – Normandia através da visita de Jacques e Elisabeth Dadu e Missa de Ação de Graças com os padres Luís Providência sj e António Santana sj) e a 24 de Julho os anos da Maria do Canário. Celebrámos também a 15 de Julho a Dra. Arquitecta Paisagista Luísa Franco (membro da Direcção da Associação Casa Velha), que defendeu a sua tese de doutoramento no ISA. Nota máxima, pois claro! Falando em teses, a Isabel Lacerda está a preparar a sua tese de mestrado em Educação e Formação com especialização em Desenvolvimento Social e Cultural, tendo como caso de estudo o projecto aTerra. “O projeto Aterra deixou uma marca que ainda hoje persiste em alguns núcleos da comunidade do Vale Travesso e na Associação Casa Velha. Por isso, tenho aprofundado os temas da Ética e da Comunidade, com o intuito de analisar as dimensões éticas presentes ao longo deste projecto“, utilizando a metodologia dos Círculos de Leitura. Foi o que fizemos num fim de tarde de domingo, que bom exercício de memória!

 

 

A 12 de Junho, a convite da CIDSE, estivemos em Bruxelas no 2º dia de reflexão Laudato Si organizado pela COMECE, para partilhar a Casa Velha como uma de cinco boas práticas recolhidas de diferentes contextos e países europeus. Foi um privilégio especial partilhar a mesa com Elena Lasida, que apresentou a Eglise Verte em França, e que nos visitou em 2015 no âmbito da Conferência que promovemos na Fundação Calouste Gulbenkian, a assinalar a publicação da Encíclica e o nosso 3º aniversário. A ida a Bruxelas foi  ainda ocasião para partilhar a Casa Velha em diferentes refeições, ao pequeno almoço com a Comunidade Verbe de Vie  (a Irmã Agnes Marie esteve na Casa Velha com a sua família há uns anos) e ao almoço com o JESC, reencontrando Edmond Grace sj (coordenador do Ecojesuit para a Europa) que nos visitou em Fevereiro no âmbito do Acorda. Obrigada às Servas de Nossa Senhora de Fátima que são verdadeira Casa em Bruxelas, não apenas pelo acolhimento mas também pelas longas conversas no fim do dia com um chá, onde vamos entendendo melhor o tempo e a missão de cada uma.

 

Despedimo-nos de Junho com a participação dia 29 (festa de S. Pedro e S. Paulo) no Faith Night Out no Porto, com um dos 12 testemunhos de 7 minutos partilhados. Como ser Instrumentos de Deus no Cuidado da Criação foi o tema a que nos desafiaram, uma forma especial de celebrar a vida da Catherine que nesse dia faria 88 anos. Entrámos em Julho com a 5a edição do campo de férias aTerra, que este ano reuniu 88 crianças e adolescentes do concelho de Ourém, animados por 24 magníficos guardiões e uma grande equipa de retaguarda, com diferentes representantes basilares desta Obra: família, Escravas do Sagrado Coração de Jesus (este ano a Dulce Catarino aci), Jesuítas (P. Frederico Cardoso de Lemos sj), Atravessados, Comunidade dos Fieis Jardineiros (voluntários residentes), amigos acabados de chegar e gente (Boa) da terra. É assim que vamos aprendendo a viver juntos e a ser/cuidar o que Deus vai revelando querer fazer connosco, aqui e cada um na sua terra, cruzando cada vez mais fundo as nossas raízes, aumentando o sistema de irrigação por capilaridade, a partir da Fonte. O “aTerra que é nossa” terminou com o Vale Travesso e arredores na Casa Velha, numa grande festa!

missa 2

E a festa continuou dia 6, com o segundo casamento Atravessado do ano, o Zé Maria Líbano Monteiro e a Carolina Zinterl. Dia 7, foi a vez de conhecermos e recebermos para uma tarde de reflexão sobre o Cuidado da Casa Comum, o movimento Encontro Matrimonial (região centro), que marcou assim o encerramento. Nesse fim-de-semana a Casa Velha definitivamente esticou as suas cordas, com a representação da Laura Marques e Sara Bastos no Seminário sobre Ecologia Integral em Madrid, para o qual fomos convidados pela Pastoral Social da Conferência Episcopal Espanhola. “El modelo de desarrollo actual va dejando en el camino a una serie de personas que no cuentan: son las descartadas, las excluidas (…) tratando de alimentar una espiritualidad que facilite la pasión por el cuidado de la Creación, las experiencias del monasterio de Poblet y de Casa Velha, en Portugal, han puesto profundidad a una espiritualidad contemplativa y agradecida por el don de la Naturaleza dado por Dios a cada persona. Es fundamental crear y acompañar procesos de conversión ecológica vinculados a comunidades; la improvisación y los personalismos no son viables. Para ello es necesario disponer de equipos expertos que asesoren, acompañen, dinamicen, hagan ecodiagnósticos integrales y, en su caso, certifiquen cumplimiento de Laudato Si.” (in Comunicado III Seminário Ecología Integral)

 

Julho foi mês de avaliações e de balanços, já a olhar para o próximo ano. A avaliação dos Atravessados ficou marcada pela celebração do 14 Julho, dia de França. Tivemos direito a música e um banquete celestial ao jeito da Festa de Babete. Seguiu-se a reunião de avaliação da CAS (Comissão de Apostolado Social dos Jesuítas, da qual a Casa Velha faz parte como Obra Inaciana). E por fim, o tempo de avaliação e discernimento sobre a própria Casa Velha, um exercício que desde há 6 anos fazemos, duas vezes no ano. Com tanta coisa a acontecer, estes tempos tornam-se vitais, para não nos perdermos do que mais nos conduz ao nosso fim mas também para crescermos juntos como corpo.

De 15 a 22 e julho recebemos a organização belga “Vacances por Tous”, para uma semana de acampamento de 20 adolescentes de diferentes bairros de Bruxelas, acompanhados por 6 jovens animadores. Esta organização tem como missão tornar possível  um tempo de férias para crianças que por diferentes razões não têm essa possibilidade. Uma manhã demos todos juntos um passeio pela Casa Velha, o som de rap e hip hop francófono foi-se misturando com os pássaros. No fim descansámos no anfiteatro do Poço do Freixo e 2 rapazes fizeram algumas perguntas muito pertinentes: o que é que as pessoas procuram aqui, não há muito para fazer! porque se lembraram de fazer esta transformação e novo sentido da casa? como se consegue sustentar? 

O mês vai acabar com a presença de mais um campo de Carraças, neste caso de Pulgas, neste que é já o 10º ano que nos “invadem”. Que boa invasão! Trazem como tema “A verdade liberta”.

 

Que grande verdade esta de que a Casa Velha é lugar onde somos e aprendemos a Cuidar da Casa Comum. No Rezar a Casa Velha, Os próximos meses prometem continuar este caminho.

Que este Verão o nosso descanso, os nossos encontros, as mesas partilhadas, as viagens para visitar os de sempre ou conhecer novas pessoas e culturas…nos possam tornar mais agradecidos e atentos uns aos outros, perto e longe. Pois…e a Casa Velha vai começar longe já a partir de dia 31 de julho, dia de Sto Inácio. No fundo é por sua causa (pelo legado que nos deixa no seguimento de Jesus) que iremos estar nas Filipinas (depois da visita que nos fez Pedro Walpole sj em Fevereiro), para uns dias de partilha e aprofundamento da Laudato Si e Preferências Apostólicas Universais assumidas recentemente pela Companhia de Jesus, depois de dois anos longos de discernimento. O encontro é promovido pela Conferência dos Jesuítas da Ásia Pacifico (JCAP) em Bendum/Mindanao. Já contaremos! Bom Verão!

Propostas para este tempo:

grupo

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s