Encontro com os seminaristas dos Olivais

Laudato Si Seminário Olivais

No passado dia 11 de Dezembro os seminaristas do Seminário do Cristo-Rei dos Olivais convidaram a minha irmã Luísa e eu para participarmos numa reflexão comunitária sobre a problemática ambiental nos ensinamentos da Igreja. Enviaram-nos antecipadamente o conjunto de textos que debateram: excertos da Caritas in Veritate e Africae Munus¸ do Papa Bento XVI; do documento final do Sínodo da Amazónia e da encíclica Laudato Si, do Papa Francisco. O objectivo era dar seguimento a este debate com o testemunho de quem trabalha sobre estes temas. Para além dos 65 seminaristas, participaram também os oito padres formadores, incluindo o reitor e vice-reitor do Seminário, o Pe. José Maria Barata Pereira e o Pe. Nuno Amador.

No meu caso, partilhei sobretudo a minha experiência com a FEC – Fundação Fé e Cooperação, nos projectos de advocacia social inspirados na Ecologia Integral do Papa Francisco, mas também a minha participação nos movimentos civis pela justiça climática. Já a minha irmã, enquanto membro da Direcção da Casa Velha, apresentou a Casa Velha como o espaço aberto que é, como um lugar onde se pode viver a ligação entre a Ecologia e a Espiritualidade. Também neste sentido, fizemos questão de partilhar a nossa experiência pessoal de quem por lá passa e, inclusive, foi “Atravessado”.

Houve tempo para uma discussão muito animada, com várias preocupações, donde se retirou como mais consensual que toda a preocupação ecológica deve partir de uma ligação forte com a terra que nos sustenta e que é urgente esforçarmo-nos por sintonizar o nosso ritmo com o ritmo da Natureza, seja por questões espirituais, seja por questões ambientais. Houve também alguma surpresa de alguns seminaristas por perceberem que existem tantos movimentos de leigos movidos pela questão ecológica.

Fomos muito bem acolhidos nesta casa e alegrámo-nos por perceber que tantos jovens seminaristas partilharam este interesse e desejam saber mais sobre ele. Conscientes do que o que trouxemos é infinitamente pequeno e falível, agradecemos a confiança em nos terem chamado e saímos desta noite com a certeza de que este foi um passo muito importante na conversão ecológica da nossa Igreja, ou seja, de cada um de nós.

 

Pedro Franco

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s