Caminhos de Ecologia Integral

O projeto Juntos pela Mudança II é uma ação conjunta pela sustentabilidade e resiliência nos estilos de vida e políticas nacionais e globais. Propomo-nos inspirar a sociedade para um mundo mais justo, sustentável e consciente pelo cuidado do meio ambiente e das pessoas, apelando por políticas efetivas que contribuam
para esta mudança e inspirando para estilos simples e meios de vida sustentáveis – é para isso que procuramos promover e ampliar o impacto de iniciativas locais alternativas bem-sucedidas, lideradas quer por cidadãos quer por entidades coletivas.

Nesse contexto, lançamos uma proposta pedagógica que propõe explorar os recursos criados ao longo deste projeto com o objetivo de aprofundar a Educação para o Desenvolvimento e para a Cidadania Global, através da Ecologia Integral. A partir do mesmo tema, Caminho, sugerimos várias propostas distintas para cada um dos ciclos (desde o primeiro ao ensino secundário).

Cada grau é importante, cada ano é importante e cada decisão é importante. Limitar o aquecimento global a 1.5ºC parece ser impossível, mas não podemos deixar de lutar. A crise pandémica cruza-se com os desequilíbrios económicos, sociais e ambientais, já antes vividos e agora acentuados. Esta crise não nos deveria surpreender; já tínhamos sido alertados sobre as consequências inevitáveis do desequilíbrio, gerado por nós, nos ecossistemas.

A crise pandémica insere-se numa crise maior nascida da nossa relação insustentável com o mundo. Aponta o Papa Francisco que, se por um lado esta “tragédia global (…) despertou, por algum tempo, a consciência de sermos uma comunidade mundial que viaja no mesmo barco, onde o mal de um prejudica a todos, (…) de que ninguém se salva sozinho, que só é possível salvar-nos juntos”(§32 in Encíclica Fratelli Tutti, Papa Francisco), por outro, diante das “várias respostas que deram os diferentes países [à COVID-19] verificou-se uma fragmentação que tornou mais difícil resolver os problemas que nos afetam a todos”(§7 in Encíclica Fratelli Tutti, Papa Francisco).

Reconhecendo esta “incapacidade de agir em conjunto” (§7 in Encíclica Fratelli Tutti, Papa Francisco), devida ao modo de nos relacionarmos uns com os outros, longe da cooperação e da solidariedade, precisamos de “recuperar a paixão compartilhada por uma comunidade de pertença e solidariedade, à qual saibamos destinar tempo, esforço e bens”§36 in Encíclica Fratelli Tutti, Papa Francisco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s